22 abril 2002
posted by Paulo Vivan at 3:43 PM

COMA

O meu final de semana foi uma bosta total. Incrível. A coisa que eu mais queria, o meu único desejo (tirando resolver todos os meus prolemas, é claro) era entrar em coma.
Simples. Pode até ser coma induzido. Um mêsinho... Já tava ótimo! Tá certo que o ideal seriam seis meses. Aí todo mundo ficava sabendo, os parentes distantes, os amigos que você não vê há tempos...
E existem outras vantagens:
- Não gasto dinheiro;
- Não tenho problemas;
- Não tenho que trabalhar;
- Não vou ser demitido;
- Vou receber meu salário acumulado;

Daí, um belo dia você acorda, espalham a notícia, fica todo mundo feliz, faz festa, te paparicam. É tudo lindo, não existem problemas, a vida é ótima!
E ainda emagreço e escrevo um livro - A DIETA DO COMA - "Emagreça enquanto dorme"
 
18 abril 2002
posted by Paulo Vivan at 2:39 PM

Sempre achei uma puta babaquice esse negócio de fantasmas, visões, comer manga com leite...
Mas, esta noite acordei assustado, com alguma coisa puxando o meu pé:

- Cacete, o que é isso!?!
- Sou eu que veio te iluminar, te mostra o caminho...
- Ah porra... eu tava dormindo... fala logo.
- Você aprender a feitura de uma nova vida, tudo será realizível pra...
- "Realizível"?? Na boa... Nem português você sabe falar, cara. Sai fora, vai...
- Perdóneme. Soy un espirito paraguayo...
- Ah.. Então é por isso que você está meio embaçado, fora de foco...
- No, esto es normal. Vine decirle que su estereofonia esté quebrada.
- O que?? Não, não... Meu som não é paraguaio!
- Estas seguro? De dónde usted me pensó vino?
- Cacete!!! Tava barato demais.
 
15 abril 2002
posted by Paulo Vivan at 12:48 PM

A FILA

Não existe nada mais brasileiro do que a fila. É fila pra tudo, cinema, restaurante, ônibus, banheiro. É natural, já estou acostumado, todo brasileiro parece pré-condicionado a entrar numa fila. Vejo uma fila na rua e me dá uma vontade de entrar... É por isso que no Brasil não temos muitas passeatas. O pessoal acaba formando fila.
Tudo começa na escola, você tomando distância do moleque da frente. Desde pequenos estamos destinados a permanecer grande parte de nossa existência numa fila. Aí chega o nosso pai com um presente pro filhão:
- Paulinho, adivinha o que eu trouxe pra você? Um cachorrinho!
- Nossa papai! Que legal!! Qual a raça dele?
- Fila brasileiro.
No Brasil, temos até uma raça de cachorro em homenagem a fila. Lembra também dos tempos áureos da fila? O Inamps, o alistamento do exército ... E o mais legal: antigamente não tínhamos aquelas cordas que organizam as filas.
Mas no mundo moderno das filas, precisamos nos divertir. Na balada, principalmente. Chega de pista, afinal de contas, você nunca conseguiu chegar nela! Chega de esperar pra se divertir, agora você vai se divertir esperando! Eu poderia criar a fila mais agitada e a mais longa de São Paulo. Você ganharia um VIP pra ficar por último, e curtir a noite toda. Você poderia conhecer sua esposa ou marido na fila. E ainda podia ganhar um tênis FILA na promoção de inauguração.
 
posted by Paulo Vivan at 11:51 AM

A ESPONJA DE OPINIÕES

Você conhece. Já estudou com você. Trabalhou com você.
Aquela pessoa seca. Sem personalidade. Sem opnião.
Não vive sem você. Não existe sem você. Não decide sem você.
Ache ela. Teste ela. Livre-se dela.
Mostre algo novo:
- Cara, dá uma olhada nisso.
E não demosntre nada. Não fale nada. Não esboce opinião alguma.
A esponja de opniões ficará perdida. Sem reação. Estática.
Então diga:
- Legal né?
- Nossa, demais! Adorei!! - diz a esponja.
- Cara, isso é uma bosta... Eu estava sendo irônico.
- Ah não... eu também achei uma merda... é mesmo...

A esponja de opiniões age da mesma maneira que uma esponja de verdade. Ela encosta em alguém e suga sua personalidade. Mas ao usar suas opiniões, ela fica seca novamente. E então volta pra chupar mais.
Pessoas 3M, Pessoas Ballerina, Pessoas Scotch Brite.
Vão lavar louça, por favor.
 
12 abril 2002
posted by Paulo Vivan at 11:42 AM

EXTRA! EXTRA!




As notícias sobre o descobrimento de um animal de espécie desconhecida no distrito de Zenica, na Bósnia, têm perturbado seus habitantes. O animal, encontrado pelo ex-jogador de futebol, Damir Bradarac em uma rua em frente ao estabelecimento desportivo Bet-Shop, nunca tinha sido visto naquela parte do mundo. Também não há notícias de que já tenha sido observado noutros países.

"Pelo que se pode perceber, como o bicho tem uma cabeça estranha, patas fortes, rabo e pêlos, supusemos que fosse uma espécie intermediária entre anfíbios e mamíferos", informou um veterinário local, que esclareceu ainda que a criatura não é nenhum mutante nem animal doméstico com deformações. O bicho apareceu próximo a uma região urbana, assustando os habitantes de Zenica, que o mataram. O corpo foi oferecido aos especialistas da Faculdade de Agricultura e Veterinária de Sarajevo. Estes anteciparam que a criatura é semelhante ao esqueleto de um ser desconhecido encontrado no quintal de uma casa em Visoko. À primeira vista, o animal parece ser uma espécie de foca com patas, ainda que tenha características muito estranhas.




Não, este bicho não se parece com o ChickenDog. Estou organizando uma expedição pra Bósnia e convoco desde já, você leitor assíduo. Pegue seu porrete, ripa de madeira, taco de baseball, cano enferrujado e vamos acabar com esta vil criatura!
Não podemos ter outro animal estranho senão o nosso brazuca e único ChickenDog!
 
10 abril 2002
posted by Paulo Vivan at 11:26 PM

Cansei, não aguentava mais.
Comprei, depois de extrema insistência e infinitas exibições.
Comprei, depois de uma quase lavagem cerebral.
Comprei. Um aparelho ABTRONIC.

"Oh wow!"
"Parece um comichão de dentro pra fora."

Essas e outras frases realmente me fizeram crer que choques elétricos de um aparelho bizzarro me fariam um abdômen perfeito.
Então, lá fui eu testar o aparelho... No começo foi engraçado, mas depois de um tempo, comecei a achar o produto meio fraco. Buscando meios de aumetar a potência do meu ABTRONIC, peguei uns fios e liguei na tomada 220v da cozinha, perto da torneira elétrica.
Aumentou um pouquinho, mas ainda não era o que eu esperava... Sentia o meu corpo pulsar com os choqes elétricos, mas ainda esperava algo que me causasse um dano sério, algo que eu sentisse quando não estivesse usando aparelho... Um trauma legal, afinal, não é essa a promessa?
Cansei daquela porra e fiquei puto, já tinha sujado toda a minha mão de mexer naqueles fios. Fui lavar a mão na torneira elétrica e... MARAVILHA! Um espasmo incontrolável percorreu meu corpo. Levei dois dias para voltar a falar direito. Enfim, eu havia achado o que queria.
Então, montei num canto escuro da garagem do meu prédio uma cama com um estrado de ferro, encostada na parede, tipo aquela do “Rambo 2” onde ele é torturado. Liguei meu ABTRONIC na cama, e me molhei com um balde d’água. Joguei-me de encontro com a cama e foi fantástico! No final de 1 sessão de 5 minutos estava com o corpo igual do Stallone! Pedi pro meu porteiro testar o aparelho e ele também ficou com o corpo igual do Stallone!
Em algumas horas, meu prédio inteiro estava com o corpo do Stallone, inclusive, meu pai, minha mãe, minha irmã e minha avó!
Foi então que percebemos... Podíamos tomar o bairro, formar nosso clã, nossa nova raça, tomar o mundo!!!
Isso já faz um mês.
Ninguém ainda conseguiu bolar um nome pra nossa facção, e ainda tem o problema da home page e do logo. Mas que vamos tomar o mundo, isso sim!
 
03 abril 2002
posted by Paulo Vivan at 11:39 PM


É incrível. Trabalho em televisão e conheço a fundo o lixo que ela é. E, mesmo em casa, tentando fugir dessa lixeira, acabou encontrando (ou será que eles me encontram) alguns momentos inesquecíveis... De embrulhar o estômago!

BATMAN E ROBIN - Já nas bastava o filme ser um dos piores que eu já vi em todos os tempos, o pessoal da Warner deixou um bando de sei-lá-o-ques dublarem o filme. Ou seja, A voz do Batman, era a do locutor anunciante da TNT. Era só assistir o filme e esperar o Batman falar:
- Acontece na vida, acontece nos filmes, acontece na TNT.

E o Robin era o locutor do Cartoon Network. Isso mesmo. Aquele cara chato e sem graça. Esse Robin merecia morrer duas vezes.

PROPAGANDA DA FORD - Eu imagino o Raul Seixas dando pirueta pra trás e mortal pra frente no caixão. Onde já se viu fazer o que fizeram com a música “Metamorfose Ambulante” e não ter vergonha de colocar aquilo no ar??? E ainda mais pra ajudar a vender o Ford Ka, um mouse em forma de carro! Acho que vou fazer um vodu pra ressucitar o Raul como zumbi só pra ele comer o cérebro do publicitário responsável.

PREVISÃO DO TEMPO - Não funciona. Nunca funciona. Não confie. Esqueça. Pergunte pra sua vó, que você ganha mais.

JOÃO KLEBER, MÁRCIA, SONIA ABRÃO, NELSON RUBENS e QUALQUER CHAMADA DO TELECINE - Vontade de me enforcar... Queria ser o Elvis gordo pra dar tiro na TV.

PROGRAMA VERA LOYOLA - O cachorro dela fica em primeiro plano. Ela conta o que ela fez na semana. E tem um cara que faz um mordomo gay. Quer mais?

Sinceramente espero que essas transmissões não estejam indo pro espaço, porque se estiverem... Bem... Acho que todo mundo assistiu Independence Day...